Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
 
Martinópolis, 24 de agosto de 2017 | COMO CHEGAR ATÉ NÓS ATRAVES DE SUA LOCALIZAÇÃO:
Vereadores
Marcos Xavier de Almeida Passos Junior - DEM
17ª LEGISLATURA 2017-2020

Presidente Atual
Marcos Xavier de Almeida Passos Junior
Adenilson Medeiros - PRAlzair da Silva Lopes - DEMAntonio Lúcio dos Santos  - PTBFábio Macedo Alves - PV
Luiz Antônio Leite Oliveira - PMDB
Ricardo Florentino de Assis - PENRicardo Trombini - PDTSidney Pereira dos Santos - PRB
Silvio Limeira - PV
Valdenir Francisco da Silva - DEM
Webmail
Webmail - Vereadores
Homenagem: Luiz Carlos Luchesi

Webline Sistemas

Luiz Carlos Luchesi

 

Luiz Carlos Luchesi

Homenageado na 16ª Legislatura, em 25/06/2015 - 20 horas.

 

Título Outorgado

Cidadão Honorário Martinopolense

 

Autoria da Homenagem

Vereador Antonio Lúcio dos Santos

 

 

 

Histórico de Vida, Homenageado: Luiz Carlos Luchesi

 

Luiz Carlos Luchesi, nascido em 08 de junho de 1965, na cidade de Pres. Venceslau, filho de Aristides Luchesi e Dinalva Dias Luchesi, primogênito de 6 filhos, casado com a Sra. Maria Aparecida Santana Luchesi, com quem teve 02 filhos Caio Luiz e Guilherme Luiz, servente de pedreiro, vendedor de pasteis, feirante, vendedor de roupas e moveis e carteiro,é pedagogo pela Universidade de São Paulo “Júlio Mesquita” além de cursos (tecnólogo) em segurança pública e serviços de Bombeiros, teve seu ingresso na Policia Militar do Estado em 20 de junho de 1988, trabalhou no policiamento ostensivo e nos Batalhões de choque de 1998 até 1999, quando foi transferido para o Corpo de Bombeiros, em 2003 mudou-se para Martinópolis, iniciando seu comando na cidade, e  junto com o Rotary Clube local, adaptou um veículo D-20 para trabalhar como viatura de Resgate, pois o bombeiro local não dispunha de tal, veiculo esse  usado para tender os municípios de Martinópolis, Caiabu e Indiana, em 2004 com autorização de seus comandantes conseguiu uma viatura de Resgate usada no Corpo de Bombeiros da Capital, tendo o aval do prefeito da época, a viatura foi reformada e operou com maior qualidade no atendimento a população e aos bombeiros, em 2004 assumi a presidência da Creche Junqueira e junto com sua diretoria, dá início a um projeto ambicioso, construir uma creche nova, pois o antigo prédio havia desabado, e a creche funcionava em uma casa adaptada, criou um livro ouro para doações com intuito de angariar fundos, com doações dos munícipes, ajuda do poder executivo, clubes de serviço (Rotary e maçonaria), a creche foi construída com 450 metros quadrados e hoje abriga 150 crianças de 0 a 5 anos, também junto com sua diretoria e a diretora pedagógica da creche, contratou uma psicóloga para atender crianças e seus pais, projeto novo e ambicioso para a época.

 

De  2005 até 2012, organiza campanhas de doações de sangue duas vezes ao ano, no mês de julho junto à Campanha Bombeiro Sangue Bom e no mês de dezembro, visando fortalecer o banco de sangue regional em decorrência da falta de sangue e aumento de acidentes diversos nos meses de férias.

 

Durante 7 anos consecutivos (2004 até 2011), junto a seus colaboradores bombeiros, ministrava palestras nas escolas com alunos de 5º ano, visando criar consciência de prevenção e promovia concursos de redação, nos quais os 3 primeiros colocados ganhavam bicicletas que eram doadas pelo comercio local. A cerimônia de premiação era organizada e realizada no plenário da Câmara local  ou em uma igreja. Eram realizadas também várias  outras campanhas para criar conscientização que fogo não é método de limpeza de terrenos, tendo como meio de divulgação faixas dispostas pela cidade, notas em jornal, rádio e televisão, houve uma diminuição considerável  de ocorrências de fogo em quintal, até a criação de Lei municipal que proibisse.

 

Organizou juntamente com seus pares, igrejas de diversas denominações, loja Maçônica, Rotary clube, poder público e sociedade, campanhas para as tragédias ocorridas em Santa Catarina e Rio de Janeiro, sendo que a campanha do Rio de Janeiro, o caminhão saiu de Martinópolis direto para o Estado do Rio com todas as despesas pagas, 5.000 kilos de alimentos, 3.000 litros de água e mais de 35.000 mil em peças de roupas e sapatos, tendo as despesas com caminhão e motorista pagas por empresário no ramo de laticínios de Martinópolis, e os pedágios foram abertos pelo Fundo Social Estadual, a pedido do Comandante do 1º SubGrupamento de Bombeiros, para que a missão de ajuda humanitária fosse completada.

 

Ocupou o cargo de provedor durante 4 anos e 3 meses na Santa Casa de Misericórdia Padre João Schneider, tendo iniciado em 2009 e, junto com sua diretoria, aderiu ao REFIS Federal, parcelando dividas diversas, promovendo maior visibilidade e discussão sobre a situação financeira da entidade e seu propósito fundamental, deixando a mensagem “Curar Feridas e Salvas Vidas” estampada na entrada principal da entidade.

 

Em julho de 2010, recebeu das mãos do Secretário Chefe da Casa Militar e Coordenador Estadual de Defesa Civil do Estado, o Diploma “Omnium Horarum Homo” que possui o significado “homem de todas as horas”, recebeu também moção de aplausos desse plenário em 2006, pelos relevantes serviços prestados ao município e por duas vezes Bombeiro Padrão do ano.

 

O homenageado é ministro da comunhão eucarística e da palavra da igreja católica, outras ações foram realizadas pelo homenageado em nosso município que, por obrigação da função, teve que implantar, sendo sempre de forma coerente, segura e confiável.

 

Para o homenageado vale a regra “proteger a vida e dignidade da pessoa humana”.







melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior
Mais notícias
















Próxima Sessão

ORDINÁRIA

Segunda-feira,

dia 28 de Agosto, às 20 horas

Agenda de Eventos
transmissão ao vivo
palavra do presidente
Galeria Multimídia
Galerias
2017 © Todos os direitos reservados